Neste painel, espera-se traçar uma breve contextualização da agenda de negócios de impacto social no Brasil, com ênfase em modelos inovadores de atuação do capital filantrópico. Dada a emergência do campo das finanças sociais e a publicação recente, no Brasil, do Relatório da Força Tarefa com suas Recomendações, é importante refletir sobre como institutos, fundações e empresas podem se engajar cada vez mais com esta agenda, seja investindo recursos financeiras, seja aportando recursos não-financeiros. A mesa busca ampliar a percepção acerca dos vários papéis que o capital filantrópico pode assumir no campo dos negócios de impacto social no Brasil, a partir da visualização de alguns modelos inovadores.

Local: sala verde – 1º andar

 

Apresentações:

Apresentação_Carla Duprat

Apresentação_Celia Cruz

Apresentação_Fabio Deboni

Apresentação_Luiz Fernando Guggenberger

 

FOTO PAULO VITALE
 ALL RIGHTS RESERVED

Carla Duprat

Instituto InterCement

Carla Maria Cordery Duprat é Diretora de Investimento Social da Participações Morro Vermelho e Diretora do Instituto InterCement. É formada em ciências políticas e estudos internacionais pela Universidade de Warwick, Inglaterra, e tem MBA em Recursos Humanos pela Universidade de São Paulo. Atuou como Diretora de Sustentabilidade da Holding Camargo Corrêa até dezembro 2015. Foi co-fundadora e diretora executiva do Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social entre 1999-2005, tendo iniciado sua carreira na Fundação W.K.Kellogg há 20 anos. É membro do Conselho Estratégico da Fundación Loma Negra e do Instituto de Cidadania Empresarial e Diretora voluntária do Projeto Casulo.

celia

Célia Cruz

Inovação em cidadania empresarial (ICE)

Antes de juntar-se a equipe do Instituto de Cidadania Empresarial (ICE) em 2012, Célia foi Diretora da Ashoka Canada de 2009 a 2011, Managing Director da Ashoka Global Fellowship por 1 ½ anos e Diretora da Ashoka Brasil e Paraguai por 5 anos. Trabalhou no Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS) e foi Diretora de Desenvolvimento Institucional da Escola de Administração de Empresas da Fundação Getulio Vargas (EAESP/FGV) de 1994 a 2000.

Atua como presidente do Conselho do IMAFLORA, e dos conselhos do Fundo Elas, da Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR) e do Fundo BemTeVi. Célia é co-autora do livro Captação de Diferentes Recursos para Organizações Sem Fins Lucrativos, 2000.

(1)Fabio Deboni

Fábio Deboni

Instituto Sabin

Engenheiro Agrônomo e mestre em recursos florestais pela ESALQ/USP com 8 anos de experiência em gestão de políticas públicas no governo federal (MEC, MMA, MJ, IPEA, SG/PR). É gerente-executivo do Instituto Sabin desde fevereiro de 2011, de onde atua na gestão do investimento social privado do Grupo Sabin. Atualmente coordena as Redes Temáticas de Saúde e de Negócios de Impacto Social no âmbito do Gife – Grupo de Institutos, Fundações e Empresas.

Gerentes e Equipe Fundação Telefônica

Luis Fernando Guggenberger

Fundação Telefônica-Vivo

Gerente de Inovação Social e Voluntariado da Fundação Telefônica-Vivo. Luis é netweaver e autodidata sobre Redes Sociais e Inovação. Publicitário e Relações Públicas, atua em organizações não governamentais nas áreas social, pedagógica e de desenvolvimento institucional há mais de 15 anos. Atualmente, é Gerente de Inovação Social e Voluntariado na Fundação Telefônica Vivo.

Patrocinadores

Platinum

1-Bradesco

Parceiro institucional

frente-nacional-de-prefeitos

Parceiros de comunicação

2PRO Comunicação comtato horizonte educação e comunicação instituto pensarte plurale ecofalante envolverde