Um dos principais desafios das organizações que trabalham no campo social, particularmente em um país como o Brasil, é contribuir para a redução das desigualdades. A Fundação Ford, uma das maiores fundações do mundo, redefiniu recentemente a sua estratégia para focar os seus esforços, no mundo todo, no combate às desigualdades.  À frente desse movimento está o presidente da Fundação Ford, Darren Walker, que tem sido não apenas o impulsionador desse movimento, mas também uma das vozes mais ativas em problematizar a relação entre filantropia e desigualdade e o papel das organizações da sociedade civil diante desse desafio.

Local: Plenária – 1º andar

darren

Darren Walker

Fundação Ford

Darren Walker é presidente da Fundação Ford, uma das maiores instituições filantrópicas do mundo. Importante liderança da sociedade civil e filantropia, trabalha há duas décadas com questões de justiça social, incluindo educação, direitos humanos, desenvolvimento urbano e liberdade de expressão.

Antes de fazer parte da Fundação Ford, Darren foi vice-presidente da Fundação Rockefeller e teve carreira de dez anos em direito internacional e finanças no escritório Cleary Gottlieb Steen & Hamilton e no banco UBS. Como Diretor de Operações da principal organização de desenvolvimento comunitário do Harlem, o Abyssinian Development Corporation, Darren supervisionou o desenvolvimento de mais de mil novas unidades de habitação de baixa renda e o primeiro desenvolvimento comercial do Harlem, em vinte anos, entre outras realizações.

Darren é membro dos conselhos de Carnegie Hall, New York City Ballet, High Line e da Fundação Arcus. Ele é também membro do Conselho de Relações Exteriores, da Academia Americana de Artes e Ciências e recebeu vários títulos honorários. Ele recebeu o Prêmio Aluno Notável, a mais alta honraria dada pela sua alma mater, a Universidade do Texas em Austin.

Confira entrevista recente na revista New Yorker.

IMG_10101

Laura Greenhalgh

Arq. Futuro

Laura Greenhalgh, paulistana de nascimento, formou-se em jornalismo na Escola de Comunicações e Artes da USP e fez sua especialização na Stanford University, nos Estados Unidos. Durante mais de três décadas, trabalhou em diferentes veículos brasileiros, como as revistas Elle, Veja e Época, e diários como Jornal da Tarde, Jornal do Brasil e O Estado de S.Paulo — onde também atuou colunista e editora-executiva até 2014. No jornal O Estado de S. Paulo, criou os suplementos culturais Aliás e Sabático. Dentre as distinções que recebeu, destacam-se Prêmio Esso de Reportagem, Prêmio Abril de Jornalismo e Prêmio Governador do Estado, pela contribuição cultural a São Paulo. Em determinados períodos, deixou a imprensa para se dedicar ao Terceiro Setor. Foi membro do staff da Fundação MacArthur no Brasil, membro do board da CARE Brasil e hoje dedica-se ao Arq.Futuro, plataforma de conteúdo voltada para o debate público sobre o futuro das nossas cidades.

Patrocinadores

Platinum

1-Bradesco

Parceiro institucional

frente-nacional-de-prefeitos

Parceiros de comunicação

2PRO Comunicação comtato horizonte educação e comunicação instituto pensarte plurale ecofalante envolverde